Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Turismo Rural: Roteiro Centenário valoriza história e paisagens de Caparaó

Como resultado dessa etapa, o grupo formado por representantes de Caparaó, Carangola, Divino e Faria Lemos testou o Roteiro Centenário. O lançamento de todas as dez rotas criadas está previsto para setembro.

O passeio oferece uma visita à Área de Proteção Ambiental (APA) Caparaó, onde um profissional explicou sobre a preservação e um historiador recordou a história do município. O grupo também fez uma trilha onde viu um Jequitibá Rosa, uma árvore com idade estimada em mais de mil anos e quase dez metros de diâmetro.

Após o almoço, conheceram um antigo túnel de extração de minério, o mirante Portal da Lua (demonstração de voo livre) e o Sítio Centenário e viram o pôr-do-sol na Pedra da Contemplação. O roteiro incluiu café da manhã, almoço, transporte e brinde.

Para a idealizadora da rota, Dayane Silva Faria Xavier, o programa foi a oportunidade de encontrar o que precisava para implementar o turismo na propriedade dela.

“Temos o projeto de fazer do sítio um espaço de visitação voltado para a história, já que a propriedade é uma das únicas do município em modelo antigo, com mais de 100 anos. O curso tem contribuído muito para fazermos as escolhas certas. É estimulante, valoriza nossa região, as pessoas e tudo que as envolve, abre nossos olhos e nos ensina a mostrar para os outros o nosso sentimento em relação ao lugar que vivemos”.

Ela organizou o trajeto e atrativos de modo a valorizar a história e as paisagens do município. “Montei o roteiro em lugares que estavam prontos para receber os turistas. Nossa cidade tem vistas lindas e encantadoras. Também procurei contar um pouco da história, pois sei que muitos confundem Caparaó e Alto Caparaó e realmente eles estão interligados. Estamos ao pé do Parque Nacional do Caparaó e do Pico da Bandeira, vizinhos dos melhores cafés do Brasil. É um lugar privilegiado”, explicou.

Roteirização

O roteiro organiza os atrativos, cria produtos turísticos, envolve parceiros e fornecedores. Para a turismóloga e a instrutora do programa, Fernanda Silva, é a forma mais rápida de fazer o turismo acontecer.

“O próximo passo é lançar para comercializar. Além do Roteiro Centenário, há dez outros roteiros criados em Carangola, Divino e Faria Lemos. Com esse módulo de roteirização, o aluno já sai com essa ferramenta de trabalho”.

O lançamento das rotas de Turismo Rural da região Matas de Minas – Fazendas, tradições, cachoeiras, trilhas e gastronomia rural está previsto para 19 de setembro, às 16h, no Hotel Fazenda Búfalos, em Carangola.

Desenvolvimento do Agroturismo

O programa qualifica profissionais para ações integradas na área e estimula a visão empreendedora. Dividido em módulos, aborda segurança, condução de turistas, alimentação, hospedagem e planejamento de eventos.

Esta turma é formada por cinco representantes de Carangola, dois de Faria Lemos, sete de Divino e um de Caparaó. Para viabilizar o programa nesta região, o Sistema Faemg/Senar Minas conta com a parceria dos Sindicatos de Produtores Rurais de Carangola, Caparaó e Divino.

“A região tem muito potencial para o Agroturismo, em função da vocação para o café, da existência de fazendas antigas bem conservadas e da agricultura familiar”, analisou a instrutora Fernanda Silva.

Outro ponto positivo, segundo ela, é a proximidade desses municípios com os parques do Caparaó e da Serra do Brigadeiro, importantes centros receptores de turistas em Minas Gerais.

“Também é possível desenvolver outros projetos com relação a ecoturismo e turismo religioso, aproveitando o Caminho da Luz, a Rota do Caparaó e a Rota do Café e da Cachaça, já existentes”, completou.

Data de Publicação: 07/08/2019 às 12:40hs
Fonte: Assessora de Comunicação SENAR MG
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: