Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Trigo: Argentina fecha com recorde de 19 MT

O final da colheita de trigo da Argentina revelou que os nossos vizinhos bateram o seu atual recorde e fecharam a safra com um total produzido de 19 milhões de toneladas, o que acaba representando um aumento de 7% em relação ao que foi colhido na safra passada. De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, ainda seria possível subtrair lotes específicos a serem colhidos no centro e sul de Buenos Aires, o que não afetaria a projeção de produção.

“O rendimento médio atingiu 3.120 kg/ha e foi de 3,1% abaixo do acumulado durante a campanha anterior (Em trigo 2017/18 o rendimento foi de 3.200 kg/ha). O clima foi o principal protagonista da campanha, com geada atrasos, granizo e excesso de água que limitou o potencial de produção de lotes que estavam passando por fases críticas durante o momento de maior exposição”, escreveu Pacheco em seu boletim informativo diário.

Nesse cenário, ele salienta que a quantidade produzida é um fator importante, mas outro dado importante é a qualidade dos grãos argentinos colhidos nessa safra. A qualidade média da safra 2018/19 de trigo da Argentina, segundo a Bolsa de Comércio de Rosário, está se situando com um nível médio de proteína de 11,15%”, disse ele.

Foram analisadas, até o momento, amostras referentes a 2,20 milhões de toneladas, das 19 milhõs de toneladas já colhidas e o nível de proteína tem oscilado entre 18,59% e 7,20%, ficando na média em 11,15%. “É um nível muito baixo, se comparado aos outros anos, razão pela qual há que se garimpar os bons lotes antes de comprá-los, uma vez que moinhos brasileiros já se queixaram da qualidade”, conclui.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 24/01/2019 às 14:20hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: