Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Setor florestal encerra 1º semestre em alta e exportações atingem US$ 5,6 bilhões

O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), aponta aumento de 2,9% no valor das exportações de produtos florestais na comparação entre o primeiro semestre de 2019 e 2018. Nos primeiros seis meses do ano, as negociações com outros países atingiram US$ 5,6 bilhões. A celulose avançou 3,1% no período, enquanto o papel demonstrou alta de 4,1%.

O saldo da balança comercial do setor atingiu US$ 5,1 bilhões, o que significa avanço de 3,3%. A representatividade da balança do setor também cresceu e somou 5,1% do total das exportações brasileiras.

De janeiro a junho, a China seguiu como principal mercado da celulose brasileira, adquirindo US$ 1,9 bilhão do produto. A América Latina, por sua vez, é o destino com maior negociação para painéis de madeira (US$ 89 milhões) e papel (US$ 592 milhões).

Confira a seguir os indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas durante o primeiro semestre de 2019, na 58ª edição do Cenários Ibá, boletim mensal da Indústria Brasileira de Árvores.

• Exportaçoes em Volume

Variação no semestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano anterior

De janeiro a junho, foram 7,8 milhões de toneladas de celulose negociadas com outros países, avanço de 1,3%. Papéis chegaram a 1,1 milhão de toneladas (+6,7%), enquanto os painéis de madeira totalizaram 598 mil m3 exportados.

• Destino das Exportações

Variação no acumulado de 2019 em comparação com o mesmo período do ano anterior

• Celulose

China | Principal destino de exportação de celulose
Participação: 42%
Receita: US$ 1,9 bilhão (+8,2%)

Europa | Segundo destino de exportação de celulose
Participação: 27%
Receita: US$ 1,2 bilhão (-13,4%)

• Papel

América Latina | Principal destino de exportação de papel
Receita: US$ 592 milhões (-10,2%)

• Painel de Madeira

América Latina | Principal destino de exportação de painéis de madeira
Receita: US$ 89 milhões (+4,7%)

• Produção

Acumulado durante 2019 em comparação com o ano anterior

A produção papel chegou a 5,2 milhões de toneladas no primeiro semestre (+2,1%). Destacaram-se o papel para fins sanitários e papelcartão, com avanços de 8,1% e 4,8%, respectivamente, no período. Já a celulose atingiu 10,0 milhões de toneladas produzidas entre janeiro e junho (-3,7%).

Vendas Domésticas

Variação no acumulado de 2019 em comparação com o ano anterior

Os seis primeiros meses de 2019 foram de crescimento de 3,4% nas vendas de painéis de madeira no Brasil, o que representou 3,2 milhões de m3 comercializados. Já o volume de vendas domésticas de papel foi de 2,6 milhões de toneladas no semestre.

Data de Publicação: 22/08/2019 às 10:10hs
Fonte: IBÁ
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: