Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Primeiras cargas de arroz brasileiro para o México

Confirmada em maio deste ano pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a abertura do mercado mexicano para o arroz brasileiro se torna realidade neste mês de novembro. Já estão no Porto de Rio Grande prontos para embarque 11 conteiners com arroz beneficiado para o país da América do Norte. A notícia do primeiro negócio realizado pelos brasileiros foi comemorada pelo setor arrozeiro.

Para o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, a expectativa é que este embarque seja apenas o primeiro e que em breve também haja a exportação do arroz em casca do Rio Grande do Sul, que produz cerca de 70% do cereal no país, para o território mexicano. "Esta é uma confirmação que faz muito tempo que vem sendo trabalhada com as entidades e com o apoio do Ministério da Agricultura no sentido de viabilizar esta exportação", observa.

As conversas para a abertura do mercado mexicano ocorrem desde 2015. Na ocasião, A Federarroz, representada pelo então presidente Henrique Dornelles, esteve participando de evento com representantes das Américas em Cancún, onde foram dados os primeiros passos para a negociação, pois na época já havia forte demanda pelo produto brasileiro. Já em 2017, em visita à Expodireto Cotrijal, Velho, então vice-presidente da entidade, reforçou as negociações juntamente com o então embaixador mexicano, Eleazar Velasco Navarro.

Em 2015, segundo dados do Comité Nacional Sistema Producto Arroz del Mexico, os mexicanos colheram 158,35 mil toneladas de arroz, queda de 80,4% em 30 anos. Em 1985, a produção do país era de 807 mil toneladas. Enquanto isso, no mesmo período, o consumo cresceu de 850 mil para 1,1 milhão de toneladas.

Data de Publicação: 19/11/2019 às 16:40hs
Fonte: Federarroz
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: