Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Potencial e importância do mercado islâmico mundial foram temas no 7º Fórum de Agricultura da América do Sul, no Paraná
Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal, durante palestra. Fotógrafo: Jonathan Campos / Gazeta do Povo

Saifi palestrou sobre “o potencial e as peculiaridades do mercado árabe de carnes”. No próximo dia 12 de setembro, Ali viajará para Kuwait, Egito, Arábia Saudita e Emirados Árabes numa comissão especial com a comitiva da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

“Esta viagem será de extrema relevância para o Brasil. Precisamos abrir novos mercados e manter os que temos. Os países árabes são muito importantes para o agronegócio brasileiro. Acreditamos que a ministra tenha condições e capacidade de, em conjunto, mantermos o mercado e ainda buscar novas oportunidades de negócios”, comenta Ali.

Atualmente, o Brasil é o maior exportador mundial de carne de frango – só em 2018, 4,1 milhões de toneladas foram exportadas, segundo a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). O Paraná é responsável por 75% da exportação, como afirmou o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, durante o Fórum.

O mercado global de produtos e serviços halal representa um valor estimado de US$ 6,4 trilhões, com crescimento entre 15% a 20% ao ano. Os principais segmentos são alimentos, viagens, entretenimento, fármaco e cosméticos, de acordo com o relatório State of the Global Islamic State Economy.

No evento, também estiveram presente Rafael Greca, prefeito de Curitiba (PR); Edwini Kessie, diretor da Divisão de Agricultura e Commodities da Organização Mundial do Comércio; Alcides Sperotto, do Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos; Warren Preston, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, entre outras autoridades.

Data de Publicação: 11/09/2019 às 13:40hs
Fonte: LN Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: