Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Pesquisa identifica genes que aumentam a resistência da cana

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em parceria com cientistas do Vlaams Instituut voor Biotechnologie (VIB), da Bélgica, revelou novos genes que aumentam a resistência da cana-de-açúcar ao estresse hídrico. Ao todo, foram identificados um conjunto de cinco genes que deixam a cana ainda mais tolerante à seca.

Os estudos iniciaram em 2007, com um grupo de pesquisa do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP), que começou a avaliar genes em uma variedade plantada em Alagoas, com condições secas. Durante os anos de pesquisa, foi testado alguns genes de tabaco como comparativos. Atualmente, as pesquisas já estão bem avançadas. Segundo os pesquisadores, o próximo passo é analisar os genes em plantas transgênicas da cana, para só assim, depois poder licenciar.

Foi verificado que os cinco genes são ativados na cana-de-açúcar, quando a planta se encontra em condição de estresse hídrico a fim de protege-la. Com modificações genéticas, é possível tonar o gene permanentemente ativo na planta, a tornando preparada para uma situação de seca de modo que apresente um melhor desemprenho sob essas condições. O objetivo, segundo eles, é chegar a uma cana-de-açúcar transgênica capaz de suportar longos períodos sem irrigação e de crescimento rápido.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 23/10/2018 às 14:20hs
Fonte: Climatempo
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: