Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Milho: de olho na demanda de usinas, área plantada em MT deve subir 2%

Dados divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) indicam que o total semeado no estado deve atingir 4,97 milhões de hectares, puxada pela perspectiva de aumento de demanda de novas usinas de etanol a base de milho, em conjunto, com a demanda internacional pelo grão.

“O destaque ficou para a região médio-norte, maior produtora de milho no estado, que ampliou a área de cultivo em 3,24% se comparado a safra anterior, totalizando 2,16 milhões de hectares a serem cultivados no próximo ano”, disse o instituto.

Produtividade

Em relação ao rendimento, são esperadas 105,9 sacas por hectare na média do estado. A perspectiva traz um decréscimo de 4,25% em relação a produtividade da safra 2018/2019, que por sua vez, foi a maior já registrada pelo Imea.

Outra preocupação é com a janela ideal de semeadura do cereal, visto que o plantio da soja segue em ritmo lento neste início de safra, dado o volume irregular de chuvas em grande parte das regiões do estado, o que consequentemente pode ser um fator prejudicial para a próxima safra de milho.

Apesar do aumento de área, é esperado que a produção para a safra 2019/2020 fique em 31,62 milhões de toneladas. Comparado com a safra de milho anterior, de 32,26 milhões de toneladas, a queda é de 2%.

Data de Publicação: 09/10/2019 às 12:10hs
Fonte: Avisite
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: