Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Marcher Brasil fornece equipamentos para indústria de etanol do milho

A produção anual de etanol proveniente do milho, no Brasil, deve saltar de 700 milhões de litros para cerca de 3,5 bilhões de litros, nos próximos cinco anos. A projeção otimista, da União Nacional de Etanol de Milho (UNEM), aquece não somente o mercado do grão, mas também o de empresas como a gaúcha Marcher Brasil, especializada em armazenamento móvel, que acaba de vender seis equipamentos para uma multinacional com base no Centro-Oeste, focada no processamento do milho para a produção do combustível. De acordo com a UNEM, existem atualmente no Brasil mais de 15 plantas de transformação do milho em etanol entre projetos em construção e licenciamento, principalmente nos estados do Mato Grosso e Goiás.

Foram vendidas duas máquinas para o embolsamento do milho e quatro equipamentos para a extração do grão dos silos-bolsa. “O milho é um dos grãos mais versáteis do agronegócio. Ele é importante para o setor da pecuária, e agora entra como alternativa para a produção de etanol, diminuindo a dependência do mercado do combustível produzido a partir da cana-de-açúcar. O armazenamento correto do grão é estratégico tanto para a indústria quanto para o produtor, uma vez que as usinas de transformação não podem depender das variações de oferta do grão e precisam de controle sobre o estoque do milho disponível no mercado”, afirma Fernando Herrmann, diretor da empresa.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 23/11/2018 às 07:00hs
Fonte: Marcher Brasil
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: