Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Leilão dos melhores cafés especiais do Brasil movimenta mais de R$ 1 milhão

Celebrar, esta é a palavra que melhor define a edição de 20 anos do Cup of Excellence (CoE), realizada em 2019 no Brasil. Em uma safra impactada por adversidades climáticas e baixos preços ao longo dos últimos anos, o país manteve sua tradição e revelou cafés especiais que receberam notas elevadíssimas dos principais compradores mundiais e que foram arrematados por mais de R$ 1 milhão em leilão.

Realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), o principal concurso de qualidade para café do mundo, o CoE - Brazil 2019, registrou seu novo recorde em reais para o preço médio do leilão dos vencedores. O valor de *R$ 6.617,92 (US$ 11,8 por libra-peso) por saca de 60 kg é o maior da história em moeda brasileira. O pregão teve seus lotes vencedores leiloados na terça-feira, 26 de novembro, e os 27 lotes foram arrematados por *R$ 1.101.799,67 (US$ 259.870,67).

O maior lance foi de *R$ 33.706,53 (US$ 60,1 por libra-peso) por saca, pago pela empresa japonesa Maruyama Coffee Co. à primeira parte do lote campeão, produzido por André Luis Águila Ribeiro, na Fazenda Pai e Filho, em Ibiraci (MG). A segunda parte desse lote foi arrematada por *R$ 28.490,71 (US$ 6.719,82) por saca, pela também japonesa Takamura Coffee Roasters. Na soma, o campeão do concurso foi arrematado por um total de R$ 186,6 mil.

"Não havia como ter uma expectativa maior sobre a produção de um lote. Avaliei com 100 pontos, é um supercampeão (...) Esse café, especificamente, foi algo tão multidimensional que, cada vez que nós o provávamos, ele revelava novos sabores, além de limpeza, doçura, raridade e complexidade. Na minha vida, pontuei apenas três cafés com 100 pontos e esse foi um deles", comentou a respeito do vencedor, na cerimônia de premiação do CoE - Brazil 2019, o jurado internacional Silvio Leite.

O terceiro e o quarto maiores lances foram registrados para o café produzido por Leonardo Montesanto Tavares, na Fazenda Primavera, em Angelândia (MG). A primeira fração desse lote teve cada uma das sacas arrematada por *R$ 17.105,64 (US$ 4.034,54) pela empresa Saza Coffee, e a segunda a *R$ 14.077,10 (US$ 3.320,23) por saca pela empresa Times Club, ambas também do Japão. A apuração completa do leilão pode ser acessada clicando aqui.

Para a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, a qualidade dos grãos vencedores e o resultado do leilão evidenciam que, mesmo diante de dificuldades, os produtores brasileiros permanecem investindo nos cafés especiais. “Em um ano complicado como este, encontramos frutos bem complexos e com qualidade elevadíssima. É um orgulho observarmos que nossos cafeicultores entenderam que o nicho de especiais é um caminho importantíssimo para a produção sustentável e à agregação de valor. É através dessa gente que o café brasileiro acompanha as tendências mundiais do consumo e por causa delas que o Brasil é o principal fornecedor global de café em quantidade e qualidade", destaca.

Ela comenta que, além de descobrir os melhores cafés especiais brasileiros, o CoE tem o papel de unir os produtores do país com todo o mundo do café. “Essa conexão dos principais compradores internacionais com nossos cafeicultores estimula o avanço deles, que otimizam seus sistemas de produção para entregar os melhores cafés. O bacana é que esse processo não diferencia ninguém, como o exemplo do nosso campeão André, que vem da agricultura familiar, trabalha com a família e a esposa em dois sítios, cuidam dos sítios, é corretor de café e também foi campeão brasileiro de Cup Tasters", conclui.

COMPARATIVO

A título de comparação, os desempenhos alcançados no leilão dos vencedores do CoE -Brazil 2019 são substancialmente superiores aos preços praticados na Bolsa de Nova York, principal referência para comércio de café no mundo. O lance pago pelo campeão (US$ 60,1 por libra-peso), por exemplo, é 5.143% superior ao valor de US$ 1,1685 por libra-peso do vencimento março/20 do contrato “C” (fechamento de 26 de novembro), o mais negociado na plataforma nova-iorquina. Já o preço médio do leilão, que ficou em US$ 11,8 por libra-peso, é 1.010% maior que a referência da bolsa norte-americana.

Dólar a R$ 4,2398, conforme fechamento de 26/11/2019.

BRAZIL. THE COFFEE NATION

O Cup of Excellence – Brazil 2019 é uma das ações do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido pela BSCA e pela Apex-Brasil com foco na promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no país. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá até maio de 2020, tendo como mercados-alvo: (i) Alemanha, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Rússia, Taiwan (Formosa) e Turquia para os cafés crus especiais; e (ii) Argentina, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

SOBRE A APEX-BRASIL

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos atua para promover os produtos e serviços nacionais no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

Para alcançar os objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

A Agência atua, ainda, de forma coordenada com atores públicos e privados para atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) ao país com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas nacionais e do Brasil.

Data de Publicação: 02/12/2019 às 17:00hs
Fonte: BSCA – Assessoria de Imprensa
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: