Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Espanha autoriza a liberação de um inseto contra o HLB

O Ministério da Agricultura autorizou a liberação do inseto benéfico Tamarixia dryi em campo aberto para manter afastadas as populações de Trioza erytreae, um vetor potencial da bactéria que causa o greening ou Huanglongbing, HLB, cuja presença já foi detectada na Espanha e Portugal.

A indústria cítrica da Espanha, como o resto da Europa e toda a bacia do Mediterrâneo, está isenta no momento, em relação a doença cítrica, mas há anos vem despertando alarmes porque continua sua expansão na América, Ásia e África, uma dinâmica que gera medo de que mais cedo ou mais tarde acabe afetando a todos.

Pesquisadores de várias organizações espanholas, incluindo a IVIA valenciana, investigam a possível existência de insetos predadores de países onde o esverdeamento é generalizado e já conseguiram encontrar a Tamarixia dryi na África do Sul. Eles trouxeram cópias e para começar a multiplicá-las e realizar ensaios nas Ilhas Canárias, lugar confirmado como uma solução eficaz.

A autorização definitiva para liberação foi adiada mais do que seria desejável porque os regulamentos são extremamente garantias para que a introdução de um novo organismo não leve a novos problemas para outras espécies ou culturas. De fato, nos ensaios com esse inseto nas Ilhas Canárias, cópias de Tamarixia que haviam escapado foram capturadas e, quando analisadas, vários positivos foram obtidos no HLB. Somente após o descarte desses falsos positivos o ministério autorizou a operação.

Milhares de cópias de Tamarixia dryi serão lançadas na Galiza, com a colaboração do Governo de Portugal que deve fazer o mesmo por lá. O objetivo é eliminar todos os indivíduos do Trioza.

Data de Publicação: 19/11/2019 às 16:20hs
Fonte: Fresh Plaza
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: