Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Empresas podem monitorar o desmatamento em todo o mundo

O mundo perdeu 12 milhões de hectares de floresta em 2018. Como quase 40% do desmatamento é gerado por commodities, isso representa grandes riscos legais e de reputação para as empresas e riscos materiais para os investidores. Então, por que é tão difícil para as empresas impedir o desmatamento? Commodities como óleo de palma, cacau, carne bovina e soja podem mudar de mãos dezenas de vezes, desde o momento em que são colhidas até chegarem a barras de chocolate, creme dental ou fórmulas para bebês, tornando o desmatamento um quebra-cabeças muito complexo. Hoje, finalmente é possível para uma empresa ou banco de qualquer tamanho analisar e gerenciar o risco de desmatamento usando o GFW Pro.

Liderada pela equipe Global Forest Watch do WRI-World Resources Institute, a GFW Pro é a plataforma global mais abrangente para rastrear o risco de desmatamento dentro das cadeias de suprimentos. Qualquer usuário pode carregar com segurança a localização das fazendas, unidades de produção ou todo um portfólio de investimentos e analisar os riscos usando dados de GFW como alertas de desmatamento quase em tempo real, incêndios, proximidade a parques nacionais e terras indígenas, florestas intactas e muito mais. Ao todo, o GFW Pro usa mais de 30 conjuntos de dados de parceiros como Google, Universidade de Maryland e muitos outros para determinar o risco de desmatamento e ajudar a priorizar ações.

O sistema pode ser aplicado a qualquer commodity agrícola, em qualquer lugar do mundo, desde óleo de palma e soja a cacau, carne bovina, açúcar, café, borracha, madeira e muito mais. O outro recurso exclusivo do GFW Pro é a capacidade de enviar milhares de locais de uma só vez. Os usuários podem compartilhar ideias com o gerenciamento e podem relatar o progresso ao longo do tempo para as partes interessadas externas.

“O GFW Pro não deixa ninguém para trás. Se esperamos alcançar cadeias de fornecimento de commodities transparentes e sustentáveis em uma escala verdadeiramente global, precisamos ter um sistema que seja acessível a atores globais, intermediários e atores locais”, disse Luiz Amaral, Diretor de Soluções Globais para Commodities & Finance do WRI, que liderou o desenvolvimento do GFW Pro. "Além de ajudar as multinacionais, ele é projetado para equipar até mesmo os menores bancos, empresas comerciais e produtores agrícolas - que muitas vezes não têm recursos - com a capacidade de avaliar seus riscos, monitorar e relatar o progresso".

Quase 80 empresas e organizações ajudaram a construir e testar o GFW Pro para rastrear commodities em milhares de sites. Instituições financeiras, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) a bancos locais no Paraguai estão usando o site para avaliar empréstimos a agricultores e comerciantes. Outros usuários incluem associações, ONGs e organismos de certificação.

“O sistema GFW Pro foi desenvolvido para que qualquer empresa de commodities ou instituição financeira possa realizar análises complexas de dados geoespaciais, sem pessoal ou sistemas especializados”, disse Jane Lloyd, gerente de produto de Global Forest Watch Commodities and Finance do WRI, que liderou o desenvolvimento do GFW Pro. “Um sistema baseado na Web, publicamente disponível, que realiza esse tipo de análise acurada em tal escala é sem precedentes.”

O GFW Pro foi projetado em colaboração com os principais parceiros de tecnologia, dados, ONGs, provedores de serviços e do setor privado para atender às necessidades do setor. No longo prazo, as empresas que gerenciam florestas podem se beneficiar de um fornecimento mais seguro e sustentável de materiais, preservando os ecossistemas que tornam a agricultura mais produtiva.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 25/06/2019 às 07:20hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: