Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Dólar passa a cair, de olho em sinalização do BC e após PIB dos EUA

O dólar opera em queda nesta sexta-feira (26), de olho no andamento da reforma da Previdência e nas indicações do Banco Central sobre atuação no mercado cambial. Além disso, investidores repercutem a alta de 3,2% do PIB no 1º trimestre nos EUA.

Às 9h44, a moeda norte-americana caía 0,29%, vendida a R$ 3,9440.

No dia anterior, a divisa fechou em queda de 0,78%, a R$ 3,9553, após bater R$ 4 mais cedo. Segundo a Reuters, o mercado acelerou as vendas de moeda após fala do diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra Fernandes. Em evento em São Paulo, ele disse que o órgão não tem "preconceitos" com o uso de qualquer instrumento cambial e destacou a possibilidade da oferta de linhas.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 5,350 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de maio, no total de US$ 5,343 bilhões.

O BC também informou que começará em 2 de maio a rolagem integral dos 201.785 contratos de swap cambial tradicional com vencimento em 1º de julho de 2019.

Previdência

Apesar do tom mais incisivo do presidente Jair Bolsonaro em defesa da reforma da Previdência, integrantes da equipe econômica voltaram a ficar preocupados com o fato de ele flexibilizar precocemente a proposta do governo. Dessa vez, o presidente baixou o valor mínimo da economia prevista para 10 anos com a reforma para R$ 800 bilhões.

Até então, o próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, vinha insistindo no valor mínimo de R$ 1 trilhão para o período.

O deputado Marcelo Ramos (PR-AM) foi escolhido para presidir a comissão especial que foi instalada para analisar a proposta de reforma da Previdência. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciou ainda o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) como relator do texto. Maia está se colocando como intermediário nas negociações entre o governo e o centrão.

A comissão especial terá prazo de 40 sessões, a partir de sua constituição, para proferir parecer, sendo que a apresentação de emendas à proposta tem de ser feita nas 10 primeiras sessões.

Agentes financeiros veem com bons olhos a atuação de Maia, que desponta novamente como principal fiador da proposta e que tende a desempenhar papel decisivo na discussão do mérito da PEC na comissão especial.

Cenário externo

A economia norte-americana acelerou no 1º trimestre acima do esperado pelo mercado. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu a uma taxa anualizada de 3,2% nos 3 primeiros meses de 2019, ante um ritmo de 2,2% no 4º trimestre do ano passado.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 26/04/2019 às 10:40hs
Fonte: G1
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: