Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Como a tecnologia revoluciona o monitoramento agrícola

Assim como a facilidade de acompanhar a safra desde o início da plantação até a colheita, a tecnologia também possibilita monitorar a situação climática dos próximos meses em determinadas regiões.

Um bom exemplo é o monitoramento agrícola via satélite. Por quais razões é tão importante termos esse monitoramento? A resposta é simples, por conta do alto índice de inadimplência nesse setor. O monitoramento beneficia o financiador com informações constantes das áreas plantadas.

Dito isso, vou contar um pouco sobre como era feito o monitoramento no agro e como a tecnologia revolucionou o financiamento rural.

Antes, as visitas a campo eram feitas por agrônomos que além de darem suporte técnico e atuarem como representantes comerciais rodavam áreas agrícolas para fiscalização de garantias e, como eles iam realmente até as lavouras, aquilo que conseguiam ver era limitado pelo seu deslocamento. E essas visitas a campo funcionavam sempre? Se você está no agro sabe que as plantações apesar de gigantescas, são de difícil visitação e acesso. Essa completa falta de presença no campo levava a um dos modos mais comuns de fraude: o não plantio. Quando isso acontecia, o produtor deixava de plantar na área acordada na garantia do financiamento e emprega o capital recebido para outros fins. Como o financiador não visita a área uma única vez ou realiza visitas amostrais, ele descobre o rombo apenas no término da safra quando não recebe e a dívida se estende por anos.

Aí, entra a tecnologia! O monitoramento via satélite e o processamento das informações, fornecem de forma precisa informações importantes sobre todo o processo da Safra para os financiadores.

Então, qual a melhor maneira de evitar fraudes no campo? Sem dúvidas, o uso de imagens atualizadas de satélite. Usando o FIDES, uma plataforma exclusiva de monitoramento, toda aquisição e processamento das imagens é realizada automaticamente. No momento em que se percebe que o plantio não foi realizado, o FIDES alerta o financiador daquela área, que pode tomar as medidas necessárias para recuperar o valor total devido com base em outras fazendas do produtor. Muita mais segurança para todos os lados!

João Paulo é sócio-diretor da TerraMagna, Ag Tech que usa sistema de satélites e inteligência artificial para fazer a gestão de colateral agrícola e eliminar a inadimplência em operações a prazo safra.

Data de Publicação: 15/04/2020 às 07:40hs
Fonte: NR-7 Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: