Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


China expande área cultivada de arroz

A China está trabalhando para aumentar a área de plantio de arroz precoce, informou o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais em 12 de março. Este ano, o governo tem apoiado a produção inicial de arroz através do aumento dos preços mínimos de compra, informou o ministério em comunicado após uma teleconferência.

Enquanto isso, 3,67 bilhões de yuans (cerca de US $ 527,3 milhões) foram reservados para projetos agrícolas, e os governos locais mapearam políticas de apoio para promover um aumento na área inicial de plantio de arroz. Agora, o plantio antecipado de arroz está em um estágio crítico no sul da China e na Bacia do Rio Yangtze, à medida que as mudas estão sendo implantadas, e os governos locais devem fazer esforços para aumentar a área plantada antecipadamente, disse o documento.

Em 2019, a área de plantio antecipado de arroz da China caiu 7,1%, para 4,45 milhões de hectares, de acordo com o Bureau Nacional de Estatísticas. A produção total de grãos da China consiste em três partes, que são arroz adiantado, grãos de verão e produção de outono. As colheitas de grãos do outono, que incluem milho e arroz de estação intermediária e tardia, representam a maior parte do total.

Os chineses já cultivavam arroz há pelo menos 9.400 anos e, hoje, hoje, cerca de 65% deles têm no arroz um item básico de alimentação. Com isso, o país é o maior produtor, consumidor e importador de arroz no mundo, seguida pela Índia, Indonésia, Bangladesh, Vietnam, Tailândia, Myanmar e Filipinas, que produzem 207, 157, 70, 52, 45, 33, 26 e 19 milhões de toneladas, respectivamente.

Data de Publicação: 18/03/2020 às 17:40hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: