Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Chile prevê queda de 9% nas exportações de citros

Um novo balanço realizado pela Associação de Exportadores de Frutas do Chile (ASOEX), referente a temporada 2019 de citros, mostra que haverá uma queda de 9% no volume de exportações em comparação com a temporada anterior, atingindo 327.000 toneladas.

Segundo Juan Enrique Ortúzar, presidente do comitê, “as perdas correspondem principalmente a clementinas e tangerinas e, além disso, há uma ligeira queda nas laranjas. Enquanto no caso dos limões, espera-se que tenha volumes semelhantes aos das temporadas anterior ou levemente mais altos”.

Assim as exportações de clementinas serão de cerca de 51.000 toneladas, 19% a menos que no ano passado. Enquanto as exportações de tangerina serão de aproximadamente 92.000 toneladas, queda de 14%. Por outro lado, as exportações de limão aumentarão levemente para 92.000 toneladas, 8% a menos que no ano anterior. Embora ainda seja prematuro projetar a temporada 2020, o executivo estima que será favorável.

As exportações chilenas de citros totalizaram cerca de 246.223 toneladas, 5% a mais que na mesma data da temporada passada. Os limões representam uma participação de 35%, enquanto as laranjas representam 31%, as clementinas com 20% e as tangerinas com os 14% restantes. Os Estados Unidos continuam sendo o principal destino, com 84% de participação, seguidos pelo Estremo Oriente, com 9%, e pela Europa, com 5%.

Data de Publicação: 09/09/2019 às 12:20hs
Fonte: Fresh Plaza
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: