Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Bolívia autoriza biotecnologia para produzir biodiesel

Governo da Bolívia anunciou a autorização do uso da biotecnologia na produção de soja para uso exclusivo em biodiesel. De acordo com o ministro de Hidrocarbonetos, Luis Alberto Sanchez, a decisão ocorreu após o uma reunião sua com o presidente Evo Morales e o vice-presidente Alvaro Garcia Linera.

"No âmbito da Lei de Aditivos para Origem Vegetal, a Bolívia está comprometida com os biocombustíveis; primeiro, ela deu um passo importante com o uso do etanol como combustível; agora, o uso da biotecnologia na produção de soja foi aprovado, com o único propósito de ser usada exclusivamente para a preparação do novo biodiesel, combustível verde ", afirma.

Ele explicou que, atualmente, existe uma área de produção de soja de 1,3 milhão de hectares em Santa Cruz que não deve ser afetada porque já tem destino, que é o mercado interno e externo e é por isso que, por meio dessa autorização do uso da biotecnologia, pretende-se incentivar o aumento da fronteira agrícola com mais 250 mil hectares, cuja produção será destinada a outro mercado, o biodiesel.

"Precisamos de 100 milhões de litros de óleo vegetal para o biocombustível, para o qual é necessário um aumento de 250.000 hectares. O biodiesel reduzirá os custos, diminuirá as importações, diminuirá o subsídio ao diesel e aumentará a produção desse combustível”, completa.

O ministro explicou que, a partir de agora, o trabalho será feito no âmbito regulatório através da elaboração de um decreto supremo que regula a atividade, que entraria em vigor nas próximas semanas. “Esta é outra parceria público-privada, que vai gerar um enorme investimento sem precedentes no país, para aumentar as lavouras de soja”, conclui.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 02/04/2019 às 16:20hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: