Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Bayer está comprometida em transformar a produção de alimentos em um sistema mais sustentável

A Bayer recebeu agricultores, acadêmicos, especialistas globais do setor, jornalistas e outros stakeholders em seu evento Future of Farming Dialogue 2019 para engajar em uma discussão colaborativa sobre o futuro da agricultura.

“A agricultura precisa alimentar um mundo crescente sem esgotar o planeta”, disse Liam Condon, membro do Conselho de Administração da Bayer e presidente da Divisão Crop Science. “São necessárias inovações revolucionárias para que os produtores possam produzir alimentos em quantidade suficiente para uma crescente população mundial enquanto ainda se preservam recursos naturais.”

Sob o tema “O amanhã pertence a todos nós”, o evento reúne palestrantes e participantes de cerca de 40 países para dois dias de painéis de debates, falas e entrevistas aprofundadas sobre os problemas e oportunidades do setor. Os tópicos sob discussão incluem a necessidade de encontrar um equilíbrio entre a produção de alimentos e a preservação de nosso planeta; demandas dos consumidores por uma dieta saudável sem impacto negativo no meio ambiente; e a importância de ferramentas de proteção de cultivos para uma agricultura sustentável.

“Como um líder da agricultura, temos a oportunidade e responsabilidade de enfrentar os desafios globais das mudanças climáticas, da perda da biodiversidade e da segurança de alimentos para ajudar a criar um futuro melhor para o nosso planeta”, disse Condon.

Durante o evento de hoje, Condon compartilhou que a Bayer está introduzindo três compromissos ambiciosos para lidar, até 2030, com alguns dos desafios mais urgentes que nosso mundo atualmente enfrenta:

1. Reduzir o impacto ambiental da proteção de cultivos em 30% ao desenvolver novas tecnologias que permitam que os agricultores reduzam os volumes de proteção de cultivos e se capacitem para uma aplicação mais precisa.
2. Reduzir em 30% as emissões de gases do efeito estufa produzidos pelos sistemas de cultivos que mais os emitem nas regiões em que a Bayer atua.
3. Capacitar 100 milhões de agricultores de pequeno porte em países em desenvolvimento em todo o mundo ao oferecer mais acesso a soluções agrícolas sustentáveis.

“Ao combinar a inovação agrícola com um modelo de negócios que tem a sustentabilidade como seu principal objetivo, podemos estar alinhados com nosso objetivo de contribuir para uma vida verdadeiramente melhor”, resumiu Condon em seu discurso de abertura, apontando para o fato que investir nas inovações do amanhã exigirá colaboração e engajamento com cientistas, inovadores, reguladores, produtores e consumidores de forma a construir confiança e ganhar a aceitação da sociedade. Condon explicou que o sucesso a longo prazo da Crop Science não está em vender mais produtos, mas sim em fornecer aos agricultores soluções personalizadas, capacitando-os para obter melhores colheitas, de forma mais sustentável, usando menos recursos como água, terra, insumos e energia.

Progresso de hoje, possibilidades de amanhã

Ano passado, a Bayer investiu 2,3 bilhões de euros na Crop Science em base proforma – mais do que qualquer outro concorrente no setor, e esse número deve aumentar para mais de 25 bilhões de euros acumulados durante os próximos dez anos. Cerca de 7,3 mil cientistas estão trabalhando em mais de 35 localidades de P&D e mais de 175 estações de melhoramento para entregar inovação. Os “pipelines” combinados de melhoramento, biotecnológicos, de proteção de cultivos e de ciência ambiental têm o potencial de entregar até 30 bilhões de euros no pico das vendas, com 17 bilhões de euros devendo derivar apenas de lançamentos recentes e aqueles a serem feitos em um futuro próximo.

“Muitas das inovações de hoje são o resultado tanto de melhorias contínuas quanto de inovações disruptivas, à medida que utilizamos a criatividade humana para impulsionar avanços científicos nas áreas da saúde e nutrição para melhorar nosso mundo”, disse Bob Reiter, Head de Pesquisa e Desenvolvimento da Divisão Crop Science.

Mês passado, a Bayer demonstrou ainda mais suas capacidades de pesquisa com o lançamento de um fungicida inovador comercializado sob a marca de tecnologia iblon™. Baseado no ingrediente ativo isoflucypram, o novo fungicida para trigo fornece controle de doença excelente em cultivos de cereais para entregar colheitas mais saudáveis e rendimentos consistentemente mais altos em comparação com os padrões de mercado disponíveis.

Investimentos continuados em ciência de dados e em novas tecnologias

A ciência de dados e as ferramentas digitais inovadoras também capacitam a Bayer a melhorar, de maneira sustentável, a eficiência de suas operações comerciais e, ao mesmo tempo, capacitam os agricultores a tomar decisões melhores sobre como cultivar. Combinar as bibliotecas de germoplasma líderes da Bayer em milho, soja, algodão e vegetais, traits de próxima geração, sua forte plataforma de descobertas de pequenas moléculas e milhares de micróbios com o maior banco de dados de desempenho de sementes significa que, além de seu “pipeline” atual, a Bayer também tem o maior potencial de inovação na agricultura.

Ano passado, a Bayer assinou mais de 60 novas parcerias ou prorrogações de parcerias já existentes. Mais recentemente, a empresa finalizou um acordo com a empresa de pesquisa biofarmacêutica Arvinas para criar uma joint venture – recém-chamada de Oerth Bio (pronuncia-se “Earth”) – e explorar como proteínas degradadoras de moléculas encontradas em plantas e animais podem proteger os cultivos de pragas e doenças ameaçadoras. Os resultados dessa parceria não têm importantes implicações apenas para a agricultura, mas também podem potencialmente fornecer benefícios significativos à saúde humana por meio da Divisão Pharmaceuticals, da Bayer. A partir de hoje, John Dombrosky assume o cargo de diretor presidente da Oerth Bio. Anteriormente, ele atuou como o diretor presidente da AgTech Accelerator, que adquiria, formava e desenvolvia startups visionárias de tecnologia agrícola.

“Temos muito orgulho de nosso ‘pipeline’ líder em P&D, com 75 projetos nas áreas de sementes e traits, proteção de cultivos e Agricultura Digital”, acrescentou Reiter. “Com centenas de novos híbridos e variedades comercializados anualmente, ocupamos a melhor posição para descobrir, combinar e moldar soluções para produtores em todo o mundo.”

Aumento da produtividade com ferramentas de agricultura digital

Hoje, a Bayer fornece aos produtores atuantes em milhões de hectares em todo o globo a plataforma líder no espaço da agricultura digital. “Por meio de uma combinação do portfólio de produtos e tecnologias de classe mundial da Bayer, do ‘pipeline’ de P&D e da integração de insights de dados aprofundados entregue por meio da plataforma FieldView™ , o futuro da agricultura nunca foi mais empolgante”, disse Sam Eathington, Diretor Científico da The Climate Corporation e head de agricultura digital da Bayer. O FieldView está disponível nos E.U.A., Canadá, Brasil, Argentina e em 15 países na Europa, inclusive em mercados-chave como a Alemanha, França, Espanha, Itália e Ucrânia. Em 2018, a Climate também lançou uma solução digital para pequenos agricultores chamada de FarmRise™, fornecendo informações agronômicas-chave para produtores por meio de seus dispositivos móveis de forma a ajudar a melhorar suas operações.

“A agricultura digital está capacitando soluções individuais e personalizadas feitas sob medida para as necessidades de cada propriedade”, acrescentou Eathington. Em 2018, o FieldView estava em mais de 24 milhões de hectares pagos globalmente. Este ano, a empresa está no rumo certo para alcançar sua meta de 36 milhões de hectares pagos. A plataforma permite que os agricultores recolham e visualizem dados de campo com facilidade, analisem e avaliem o desempenho da cultura e gerenciem a variabilidade de seus campos por meio de planos personalizados de semeadura e fertilidade de forma a otimizar a produtividade da cultura. “Vemos uma oportunidade de mais de 400 milhões de hectares em que nossas tecnologias digitais podem ser utilizadas para melhorar, de forma positiva e sustentável, o sistema alimentar do mundo”, disse Eathington. “Nossa meta fundamental é liderar em inovação e sermos pioneiros na transformação digital para ajudar a implementar novos padrões de agricultura sustentável.”

Para mais informações sobre a visão da Bayer a respeito da agricultura moderna, acesse.

Mais detalhes sobre as iniciativas em sustentabilidade da Bayer podem ser obtidos on-line.

Data de Publicação: 07/10/2019 às 07:00hs
Fonte: Bayer
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: