Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Açúcar tem forte alta impulsionado pelo mix brasileiro mais alcooleiro

Em Nova York, os preços da commodity fecharam com alta de 33 pontos no vencimento março/18, fechando em 13.71 centavos de dólar por libra-peso. Na tela maio/18, os negócios valorizaram 31 pontos, com preços firmados em 13.58 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos subiram entre 11 e 24 pontos.

Segundo os analistas consultados pelo jornal Valor Econômico, a valorização é um reflexo da queda do dólar e a expectativa do mercado na produção de mais etanol no Brasil. Com a safra do Brasil mais alcooleira, haverá uma oferta menor de açúcar do Brasil no mundo, informou a consultoria Zaner aos especialistas do Valor.

Em Londres, o lote maio/18 fechou com valorização de 6,20 dólares, negociado a US$ 362,90 a tonelada. Na tela agosto/18, a commodity foi comercializada a US$ 362,00 a tonelada, alta de 5,70 dólares. Os demais contratos subiram entre 3,40 e 5,30 dólares.

Mercado interno

No Brasil, os preços do açúcar registraram a quarta queda consecutiva ontem (22), segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi negociada a R$ 52,13, retração de 0,27%.

Etanol

O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas caiu ontem. Segundo os dados da Esalq/BVMF, o biocombustível teve baixa de 0,23%, negociado a R$ 1.930,00 o metro cúbico.

Data de Publicação: 23/02/2018 às 10:20hs
Fonte: Agência UDOP de Notícias
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: