Clima

Zoneamento Agrícola para cultivo do algodão herbáceo é publicado para safra 2022/2023

O produtor deve cumprir as recomendações do Zarc para enquadramento no Proagro e PSR


Publicado em: 20/05/2022 às 10:50hs

Zoneamento Agrícola para cultivo do algodão herbáceo é publicado para safra 2022/2023

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou nesta quarta-feira (18) as portarias, que aprovam o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2022/2023, para o cultivo de algodão herbáceo.

O algodoeiro necessita de condições adequadas de temperatura, umidade do solo e luminosidade para crescimento, desenvolvimento e boa produtividade. Dependendo do clima e da duração do ciclo, a planta necessita de 700 mm a 1300 mm de chuva para seu bom desenvolvimento, sendo que 50% a 60% das necessidades hídricas ocorrem no período de floração e formação do capulho (fruto do algodão).

Por que seguir o Zarc?

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só permitem o acesso ao crédito rural para cultivos em áreas zoneadas e para o plantio de cultivares indicadas nas portarias de zoneamento.