Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Uso de inoculante em trigo garante ganhos em rendimento de grãos

Ganhos em rendimento de grãos

A inoculação das sementes de trigo com bactérias Azospirillum brasiliense resultou em acréscimo no rendimento de grãos que variou entre 165 a 555 kg/ha (2,7 a 9,3 sc/ha), em quatro anos de pesquisa (anos 2007, 2008, 2009 e 2010), compreendendo cinco cultivares de trigo (cultivares com maior expressão em cultivo na região Nordeste do Rio Grande do Sul: Abalone, Fundacep Raízes, Marfim, Quartzo e Safira), realizada na Fepagro Nordeste, Vacaria, RS. Em percentual, os acréscimos em rendimento de grãos variaram entre 3% e 15%. Considerando as análises estatísticas, em 67% dos experimentos, as médias dos tratamentos com inoculação foram estatisticamente superiores a média dos tratamentos sem inoculação, pelo teste de Tukey a 5% (Tabela 1).

Absorção de nitrogênio

A absorção de nitrogênio pelas plantas provenientes de sementes tratadas com inoculante é maior porque o inoculante tem bactérias capazes de fixar o nitrogênio da atmosfera, disponibilizando parte do N fixado para a planta associada. Além disso, as bactérias produzem fitohormônios que estimulam o crescimento do sistema radicular das plantas, favorecendo a absorção de água e minerais, e, conseqüentemente, aumentando o teor de clorofila nas folhas e a tolerância da planta a estresses, especialmente hídrico.

Benefícios ao meio ambiente


O uso de inoculante pode ser considerado sustentável porque se refere ao uso de recurso biológico renovável, de baixo custo de produção. A tecnologia também permite reduzir a poluição e os custos econômicos e ambientais relacionados à produção, transporte e utilização dos fertilizantes nitrogenados. Podemos comparar os benefícios do inoculante para o meio ambiente em relação aos fertilizantes nitrogenados, avaliando-se o custo energético e econômico por kg de N, o uso de recurso renovável versus recurso não renovável, a poluição e a emissão de gases de efeito estufa.

Viabilidade técnica e econômica

Há resultados de pesquisa que evidenciam a viabilidade técnica e econômica do uso de inoculante com redução da dose de N em cobertura na cultura do trigo. A tecnologia deverá ser aceita facilmente pelos produtores, tendo em vista que proporciona ganhos em rentabilidade, com maior sustentabilidade ambiental. Tecnologias que aumentem a produtividade e a rentabilidade dos sistemas produtivos agrícolas com sustentabilidade ambiental são, cada vez mais, procuradas e valorizadas. A humanidade precisa destas tecnologias!

Tabela 1. Médias de rendimento de grãos (kg/ha), sem e com inoculação das sementes de trigo com Azospirillum brasiliense, e as diferenças (COM – SEM) em kg/ha e em percentagem a favor da inoculação.



Ricardo Lima de Castro - Pesquisador da Embrapa trigo - rlcastro@cnpt.embrapa.br

Imprensa:
Enviar matéria

Data de Publicação: 00/00/0000 às 00:00hs
Fonte: Embrapa Trigo
Leia outros artigos
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: