Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


Selo  “100% feijão” será apresentado na Bahia nesta sexta

O feijão brasileiro terá um selo de qualidade como o do café.  O selo ”100% Feijão” será apresentado pelo Instituto Brasileiro do Feijão (Ibrafe)  aos comerciantes do grão da Bahia nesta sexta-feira (5), em Salvador. O selo deverá representar uma garantia permanente de certificação da qualidade para o feijão em todo o Brasil.

Todas as principais marcas do Estado foram convidadas a participar da reunião, que ocorrerá no Hotel Holiday inn, a partir das 10h. 

Na última semana, o projeto foi apresentado ao Ministro da agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes e á  Câmara Setorial do Feijão, que aprovaram a iniciativa. O ministério a Agricultura deverá acolher as denúncias do Ibrafe quanto á fraudes na classificação do grão.

 Vinte e três marcas das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste já aderiram ao selo. Agora,  as marcas baianas terão a oportunidade de  ter o selo garantindo a qualidade de seu produto.

O QUE É O SELO - O “100% Feijão” estará estampado nas embalagens de feijão para facilitar a identificação das marcas que se preocupam com as boas praticas de fabricação e garantir a classificação correta do alimento na embalagem do produto, o que confere segurança ao consumidor. A fiscalização das marcas será feita junto ao varejo por empresa  especializada, de reconhecimento internacional, em  parceria com o Ibrafe.

QUEM PODE TER O SELO - Para serem aprovadas e terem direito ao selo em seus pacotes, as empresas de feijão deverão respeitar as regras das boas práticas de manipulação de alimentos, com formas  adequadas de armazenamento, por exemplo.  “As marcas certificadas evitarão envolver-se desta forma em escandalos sobre má qualidade, como os ocorridos  pelas pesquisas do Idec, em 2009”, afirma o presidente do Conselho Administrativo do Ibrafe, Marcelo Eduardo Lüders.

Além disso, a certificação só será concedida as empresas que não admitem trabalho infantil, que produzem de forma sustentável e cujo feijão não utilizem agroquimicos proibidos. Com isso, a utilização do selo 100% Feijão deverá resultar em reconhecimento das marcas confiáveis e afetar a fidelidade do consumidor. “O que leva o  consumidor  ser fiel a uma marca de feijão? Primeiro a qualidade, segundo a constância ao longo do tempo desta qualidade. O consumidor quando  informado  reconhece a garantia dada por um Selo e paga   por um  produto seguro”, argumenta Lüders. 


Data de Publicação: 00/00/0000 às 00:00hs
Fonte: Assessoria de Imprensa Ibrafe
Leia outros artigos
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: