Fruticultura

Mecanização no campo auxilia produtor de citros de Harmonia

Inicialmente a ideia de aquisição de um equipamento que fizesse a poda foi descartada pelo fato dele ter sido considerado caro. "Na época eu já possuía uma empilhadeira que me ajudava na colheita e na colocação das caixas", lembra


Publicado em: 11/01/2021 às 13:20hs

Mecanização no campo auxilia produtor de citros de Harmonia

Os últimos dois anos foram de quebra de paradigmas para o citricultor Jair Scheffer, de Harmonia. Produtor de bergamotas, limões e laranjas há 13 anos, o agricultor tem investido em maquinário agrícola com o objetivo não apenas de reduzir a penosidade do trabalho, mas também de gerar economia e agilidade durante a safra. 

Inicialmente a ideia de aquisição de um equipamento que fizesse a poda foi descartada pelo fato dele ter sido considerado caro. "Na época eu já possuía uma empilhadeira que me ajudava na colheita e na colocação das caixas", lembra. 

Foi pensando em "juntar" as duas coisas que o citricultor sugeriu a uma indústria parceira a criação de um equipamento que pudesse realizar todas as tarefas. Nesse sentido, a ideia foi acoplar o maquinário que realiza a poda à "torre" da empilhadeira. 

"Foi dessa forma que consegui adquirir um sistema de mecanização mais barato e que passou a realizar múltiplas tarefas", destaca o agricultor, que produz anualmente 15 mil caixas de frutas, com 40 quilos cada, espalhadas em doze hectares na propriedade. "Fora o fato de que ela é muito fácil de acoplar ao trator, operando com engate rápido", explica. 

Scheffer explica que este tipo de máquina ainda é um protótipo, que não é comercializado em grande escala. 

"Ainda assim eu sei que ela já foi aperfeiçoada e está sendo comercializada para a região produtora de café, em Minas", salienta o agricultor. "Na realidade uma máquina que te dá mais funções sempre será mais proveitosa", completa. 

Pensando nisso, o extensionista da Emater/RS-Ascar Nilo Campos Teixeira destaca que outros produtores poderão realizar tal investimento, no futuro, com vistas a melhorar o sistema de poda de produção, especialmente para aqueles que possuem áreas maiores, que exigiriam mais mão de obra. 

Além da mecanização, a Emater/RS-Ascar, que atua de forma vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) do Governo do Estado, trabalha junto ao agricultor em outros projetos, programas e políticas públicas, especialmente em temas como fertirrigação e reservação da água, além do manejo dos citros. 

"Na realidade a propriedade do Jair Scheffer é uma Unidade de Referência em que várias ações de Extensão Rural são empregadas", enfatiza Teixeira. 

Outras informações podem ser obtidas no escritório da Emater/RS-Ascar. 

Fonte: Emater/RS-Ascar

◄ Leia outras notícias