Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Trigo dá lugar a canola no Canadá

O governo do Canadá indicou que está registrando um aumento da área plantada da canola e uma redução proporcional da área plantada de trigo no país. De acordo com o comunicado, que foi feito durante a primeira reunião de consulta sobre duas novas opções de royalties, a canola tem algumas vantagens sobre os cereais, como um menor custo para a pesquisa, por exemplo.

“Os cereais são necessários em rotações de culturas para evitar que pressões de pragas e doenças surjam. No entanto, devido ao declínio da rentabilidade em relação a outros tipos de culturas, a área plantada para trigo e cevada tem diminuído em favor de outras culturas - por exemplo, canola”, disse o comunicado do governo.

Apenas 8% do dinheiro investido no desenvolvimento de variedades canadenses é de empresas privadas. O restante vem de impostos e contribuições dos fazendeiros. Em contraste, as empresas privadas cobrem 90% dos custos de desenvolvimento de variedades para milho, soja e canola. "A atividade do setor privado na pesquisa de cereais e desenvolvimento de variedades tem sido mínima devido às altas taxas de sementes salvas", disse a apresentação.

A maior parte do milho e da canola é hibridizada, forçando os produtores a comprar novas sementes a cada vez que plantam e ganhando mais dinheiro para as empresas de sementes. Um fazendeiro disse que a falta de investimento privado em trigo resultou em uma genética mais pobre, tornando a colheita menos lucrativa para os agricultores.

"Eu não me importo de pagar por causa dos resultados que eu vi na minha fazenda. Isso impulsionou minha lucratividade. Estou disposto a pagar para jogar. Se você gosta de cultivar trigo como eu, o que pode doer sentar em uma mesa e fazer um acordo (com empresas de sementes) e dizer que vou conseguir um retorno, você vai ter um retorno. Vamos apenas ter certeza de que estaremos sob controle”, disse um agricultor.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 14/12/2018 às 10:00hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: