Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Rio de Janeiro não possui ocorrências de greening

No mês passado o Rio de Janeiro foi reconhecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), como o “Estado sem ocorrências da praga Candidatus liberibacter e Candidatus liberibacter asiaticus”, causadores do greening uma das piores doenças que afeta os pomares citrícolas de todo o mundo. O resultado se deu com base nos trabalhos da Coordenadoria de Defesa Sanitária Vegetal, da secretaria estadual de Agricultura.

Segundo Ilso Lopes, coordenador de Defesa Sanitária Vegetal, está condição sanitária acaba favorecendo o surgimento de novas oportunidades comerciais na citricultura, segmento que vem sendo revitalizado e se expandindo nos últimos anos no território fluminense.

Apesar da comprovação da existência do vetor nos pomares citrícolas fluminense, os trabalhos de vistoria e levantamentos fitossanitários ainda não detectaram a presença do greening. A doença bacteriana ataca o sistema vascular das plantas cítricas, como as de laranja, limão, tangerina e lima. O greening tem afetado diversos pomares em outros estados brasileiros, a exemplo de São Paulo e Minas Gerias, regiões afetadas pela doença e que procuram intensificar o controle do inseto transmissor, evitando assim, novas contaminações.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 08/11/2018 às 17:40hs
Fonte: Secretaria de Estado de Agricultura do Rio
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: