Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Relatório Recente Mostra Danos Rápidos aos Nutrientes do Leite pela Luz

A Noluma International, LLC, líder em tecnologia de proteção à luz divulgou hoje novas evidências destacando a rápida degradação de nutrientes em produtos lácteos, como resultado da exposição à luz. O relatório conclui que os danos aos valores nutricionais vêm de todos os tipos de luz, incluindo a iluminação comum no varejo e na geladeira. O relatório revela uma rápida perda de nutrientes essenciais, como vitamina A, vitamina D e riboflavina em produtos lácteos - em alguns casos de até 51%.1

A empresa sediada nos EUA analisou estudos existentes de terceiros, encomendou pesquisas e novos testes de laboratório para compilar um relatório abrangente sobre a degradação da luz em produtos de consumo.

O relatório, Alimentos embalados devem ser mantidos no escuro. Os consumidores não., prova que a luz de qualquer tipo degrada o frescor, os nutrientes e a estabilidade de um produto, levando a uma deterioração mais rápida. Isso mostra que o leite pode ter gosto ou cheiro piorados após apenas 15 minutos de exposição à luz.2

"Sabemos há gerações que a luz tem um impacto negativo na comida. Semelhante a como a roupa se desvanece ao sol ou a pele é queimada, nosso relatório mostra que uma variedade de produtos embalados é impactada negativamente pela exposição à iluminação de todos os tipos e muito mais rapidamente do que o consumidor médio percebe", disse o Presidente e CEO da Noluma, Divya Chopra. "Hoje, os consumidores esperam mais de varejistas e marcas do que nunca e assumem que seus produtos favoritos permanecerão frescos e conterão os nutrientes prometidos no rótulo até a data de validade. Os CPGs têm a oportunidade de trabalhar com a Noluma para entender como a luz está comprometendo seus produtos e encontrar soluções para garantir que eles cumpram essas promessas."

A Noluma lançou sua tecnologia patenteada de última geração no início deste ano, para medir a capacidade da embalagem de proteger o conteúdo dos danos causados pela luz, com muito mais precisão e eficiência do que os métodos existentes. Os cientistas de Noluma usam uma substância indicadora em uma solução dentro da embalagem teste e a expõe à luz intensa, que replica a exposição de duas semanas em apenas duas horas. Esse teste permite que os fabricantes compreendam melhor as vulnerabilidades de suas embalagens e trabalhem com a Noluma para projetar embalagens que bloqueiem a degradação de nutrientes e sabor de maneira mais eficaz da exposição à luz.

A extensão do dano à substância indicadora está correlacionada com a mudança no frescor, na eficácia dos nutrientes e na qualidade geral do produto. O resultado é um LPF ou fator de proteção à luz determinado usando um algoritmo e atribuído a cada embalagem com base no conteúdo que protege. A Noluma, em seguida, usa esses dados para orientar os clientes em seu design de embalagem ideal para obter a proteção à luz desejada. As empresas que atendem ao padrão rigoroso, atingindo o ponto ideal de bloqueio à luz no qual o conteúdo é menos afetado, podem adicionar o logotipo Noluma ? às suas embalagens, certificando que a embalagem atinge a melhor proteção à luz, da forma mais científica possível, e garante que o conteúdo tenha a qualidade, frescor, elementos nutricionais, potência e qualidades se nsoriais prometidas aos consumidores.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 07/01/2019 às 13:00hs
Fonte: PRNewswire
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: