Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


EUA e Brasil: evolução de preços da carne de frango na exportação

O Brasil conseguiu estancar essa retração a partir de 2017, mas nos EUA ela ainda prossegue. A ponto de 2018 ter sido fechado com um preço médio inferior ao registrado 10 anos atrás, em 2009.

Já o preço brasileiro alcançado em 2018 foi o mesmo registrado em 2009 – pelos dados da FAO, US$1.552,00 por tonelada, valor aplicável apenas à carne de frango in natura. Porém, essa estabilidade também significou queda de 25% em relação ao pico alcançado no primeiro ano da corrente década, 2011.

Tal queda, sem dúvida, representa perda. Mas só na receita cambial. Pois em 2018 o valor do dólar foi mais de 100% superior ao de 2011 e, assim, a redução de 25% foi, na maior parte, revertida, visto que a inflação acumulada no período ficou pouco acima de 40%.

Notar que, independente das variações anuais, os preços alcançados pelo produto brasileiro estão sempre acima dos norte-americanos. Isso é reflexo do tipo de produto exportado pelos dois países. No caso dos EUA, essencialmente coxa e sobrecoxa de frango. No caso do Brasil, além do frango inteiro, sobretudo cortes (em 2018, quase 70% do total exportado), com maior agregação de valor.

Isso explica o fato de, nos últimos 10 anos, o preço médio da carne de frango brasileira ter ficado, em média, 66% acima do registrado pelo produto norte-americano.

Neste ano, porém – em função de desempenho relativamente opostos: desvalorização nos EUA; valorização no Brasil – o adicional brasileiro alcança índices superiores a 80%.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/05/2019 às 11:40hs
Fonte: AviSite
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: