Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Parceria qualifica 45 pessoas para mercado de trabalho

Uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Instituto Matogrossense do Algodão (IMAmt), Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, Caritas Diocesanas, Sindicato Rural de Rondonópolis e Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) em três cursos ministrados qualificou 45 pessoas, em operadores de empilhadeira, colheitadeira e relação interpessoal.

Na última qualificação realizada pela parceria foi o a de operador de colhedeira, com 40 horas divididas em teoria e prática, onde os alunos receberam instruções sobre manutenção, regulagem e a colheita de grãos. O instrutor do Senar MT, Gilmar José da Silva elogiou o empenho dos participantes do curso e a rápida aprendizagem no decorrer das orientações. “O balanço é muito proveitoso, todos os participantes nesta fase do curso já conseguiram trabalhar com a máquina, onde eles entenderam o funcionamento da colhedeira e praticaram no campo, ou seja, eles já estão aptos a desenvolver a parte operacional, de manutenção e regulagem do equipamento”, disse.

O aluno Mauro Sergio Pereira Torres, 45 anos, que é eletricista viu no curso a oportunidade de aumentar sua qualificação. “Para mim foi muito bom este curso de operador de colhedeira, porque pude melhorar meu currículo com mais essa qualificação, porque minha área é elétrica residencial, por isso agarrei a oportunidade que recebi e estou muito feliz com o curso”, concluiu.

Segundo o mobilizador do Senar MT, Fábio Borges as parcerias são as soluções para disponibilizar estes cursos para pessoas que não tem condições de arcar os custos. “Poder oferecer qualificação para estas pessoas que vieram em busca de uma oportunidade de trabalho e puderam melhorar seu currículo com um dos cursos disponibilizados. Só temos agradecer as entidades que participaram deste projeto muito bonito que tem a tendência de continuar no próximo ano”.

A responsabilidade social do projeto também é destacada pelo presidente da Aprosmat, Gutemberg Silveira que avaliou de forma positiva esta primeira etapa de cursos. “A Aprosmat não poderia ficar de fora desta ação, onde entidades se uniram para poder qualificar pessoas que não tem condições financeiras de pagar cursos deste nível. Desta forma exercemos cidadania e ajudamos a melhorar a vida dos participantes dos cursos”, finalizou. Os cursos também contaram com o apoio do Sindicato Rural de Rondonópolis.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 18/12/2018 às 08:40hs
Fonte: Pauta Pronta
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: