Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio


O cerrado brasiliense também quer novas tecnologias nas máquinas agrícolas

Ao longo de 40 anos o cerrado brasiliense saiu da condição de um importador de comida para um significativo produtor de grãos, café, pecuária de leite e de corte e produtor de aves e suínos. Parte deste processo aconteceu após a implantação do Programa de Assentamento do Distrito Federal, o PAD-DF. Composto por famílias gaúchas, na sua maioria agricultores, as terras foram lavradas e pouco a pouco dominadas, transformando a região. Hoje a realidade é que o DF deve produzir cerca de 850 mil toneladas de grãos, entre milho, soja, feijão, sorgo e trigo. O DF tem na CoopaDF uma base forte para o apoio aos produtores, na produção agropecuária do cerrado.

“Isto torna a região um importante mercado para os produtos da LS Tractor e, por esta razão, temos participado da AgroBrasília desde que chegamos ao Brasil, há seis anos”, afirma Ronaldo Pereira, gerente nacional de vendas. Para a edição deste ano a fabricante destacou, além da sua linha de produtos, já conhecida pelo mercado, os modelos da Série H, o de 125 cv e o de 145 cv, lançados na safra 2018/19. Além deles, o sistema que compõe o Unit Control e o novíssimo app de gestão. “Hoje, onde tem agricultura, tem necessidade de implantação de tecnologias, tanto as que vêm no conjunto do trator, quando as que se pode incorporar. E os produtores do DF e entorno, demonstram que estão demandando tê-las em seus tratores”, ressalta Ronaldo.

Os modelos H 125 e 145, foram projetados para o território brasileiro. Conforme o gerente de vendas eles possuem motorização Perkins de 4.4 lt, Turbo Intercooler, transmissão *Synchro Shuttle de 12 x 12 ou *Power Shuttle de 24 x 24 fabricado pela LS Tractor. Tomada de força de três velocidades e eixo dianteiro Carraro. Ronaldo assinala que a combinação do motor Perkins mais a transmissão vão permitir uma economia de combustível de até 15%, “o que é bem significativo, ao final de um dia de trabalho”, afirma. “Vamos mostrar ao mercado do cerrado um trator com motor mais potente, de alto torque, aliado à economia de combustível. Maior conforto para o operador, através da nossa cabine que já sai de fábrica, robustez e tecnologia em equipamentos para agricultura”, assinala.

Synchro e Power Shuttle – Ronaldo explica que a tecnologia Synchro Shuttle ou Power Shuttle trazem ganhos em agilidade nas operações, versatilidade para diferentes aplicações e principalmente uma considerável economia de combustível. Em diversas atividades do dia o trator precisa se movimentar para frente e para traz repetidas vezes. Normalmente o operador tem que usar a embreagem e o câmbio para esta ação. O Synchro Shuttle dispensa a mudança de marcha frente e ré, reduzindo o desgaste deste sistema, através de uma simples manopla que direciona o trator a fazer esta atividade.

O Power Shuttle, por sua vez, é uma tecnologia um pouco mais avançada, pois dispensa o uso da embreagem eliminando o desgaste do operador e reduzindo o custo de manutenção. “Parece um item simples, mas depois de várias horas de trabalho, isto realmente tem uma importância enorme no final do dia e nas contas do final do mês, pois, por exemplo, evita a necessidade de trocas repetidas de peças que compõem o sistema de câmbio e de embreagem, que se desgastam de forma prematura com o uso repetitivo e constante”, assinala o gerente.

A LS Tractor está disponibilizando ainda o pacote LS Tech (Unit Control) composto por sistema de telemetria que monitora as máquinas no campo via satélite e GPRS. Além de mostrar, em tempo real, a localização, o tempo de funcionamento, as ferramentas de manutenção e as condições de uso das máquinas, ao integrar as informações do Engine Protection (proteção de motor), o programa ajuda a reduzir custos de manutenção e de consumo de combustível. "É uma tecnologia avançada para que você e sua equipe trabalhem com mais tranquilidade e segurança. Através de qualquer dispositivo com conexão à internet, o produtor pode acessar todas as informações da sua frota", ressalta o gerente.

E para facilitar ainda mais a gestão, a LS Tractor buscou construir um caminho que reduzisse custos à propriedade rural com equipamentos e, no mesmo momento, trouxesse ganho de tempo e facilidade no gerenciamento. “Criamos um aplicativo que pudesse ser utilizado num tablet ou smartphone, enquanto o trator está operando” descreve Kilpp, e complementa; “assim, reduzimos o custo alto com monitor e ganhamos agilidade, pois um tablet ou um smartphone pode ser levado para qualquer outro equipamento de forma fácil e rápida”, afirma ele. Segundo o gerente todas as operações realizadas via app são cruzadas com a telemetria para informar se o operador está fazendo o que lhe foi determinado, não só em termos de atividade, mas operacional, tipo velocidade de trabalho, o tempo de máquina parada, o clima, etc. “É a conectividade a favor do produtor rural”, finaliza Kilpp

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 16/05/2019 às 14:20hs
Fonte: Agropress
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: