Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Índices chineses fecham em alta com otimismo comercial, mas preocupações sobre crescimento permanecem

Os índices acionários chineses fecharam em alta nesta sexta-feira, em meio a notícias de que o principal negociador do país poderá visitar Washington neste mês, aumentando o otimismo em relação à resolução da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

No entanto, as preocupações com uma desaceleração da economia continuava pesando sobre o sentimento dos investidores.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,72 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,74 por cento.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, anunciou na quinta-feira que o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, “muito provavelmente” visitará a capital norte-americana em janeiro para novas negociações comerciais. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que seu país está “tendo um grande sucesso com a China” nas negociações comerciais.

A China planeja determinar uma meta de crescimento econômico mais baixa de 6 a 6,5 por cento em 2019, comparado com o objetivo do ano passado de “em torno” de 6,5 por cento, disseram fontes à Reuters, no momento em que Pequim lida com tarifas mais elevadas dos Estados Unidos e enfraquecimento da demanda doméstica.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,97 por cento, a 20.359 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,55 por cento, a 26.667 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,74 por cento, a 2.553 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,72 por cento, a 3.094 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,60 por cento, a 2.075 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,40 por cento, a 9.759 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,48 por cento, a 3.198 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,36 por cento, a 5.774 pontos.
Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 11/01/2019 às 10:20hs
Fonte: Reuters
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: