Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Exportação de café solúvel mantém bom ritmo no primeiro bimestre

De acordo com levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics), as exportações do setor, em fevereiro, somaram o equivalente a 264.942 sacas de 60 kg, volume praticamente estável em relação ao mesmo mês de 2018. Com o desempenho, as remessas no primeiro bimestre cresceram 9,95% na comparação com idêntico intervalo do ano passado e somaram 502.558 sacas.

"Os dados apurados nesses dois primeiros meses mantêm a expectativa de que 2019 será um ano promissor para o café solúvel do Brasil. Os embarques se encontram em volumes interessantes e apontam que podemos crescer significativamente em relação ao ano passado, refletindo os trabalhos de evolução e promoção que a Abics tem desempenhado no país e no exterior", analisa o diretor de Relações Institucionais da Associação, Aguinaldo Lima.

Em relação à receita cambial, foi apurado um recuo de 16% no primeiro bimestre deste ano, com os valores saindo de US$ 47,386 milhões (janeiro e fevereiro de 2018) para os atuais US$ 39,571 milhões. "Esse desempenho reflete o cenário de preços do mercado internacional, que se encontram em níveis inferiores aos do ano passado", justifica Lima.

PRINCIPAIS DESTINOS

Os Estados Unidos permanecem como o principal comprador do café solúvel brasileiro. No primeiro bimestre de 2019, os norte-americanos adquiriram 91.270 sacas, montante 26,46% maior do que as 72.171 sacas de janeiro e fevereiro de 2018. Na sequência dos principais clientes vêm: Rússia, com a importação de 63.258 sacas (+38,14%); Japão, com 39.426 sacas (-34,47%), Myanmar, com expressivo crescimento de 471,77% e a aquisição de 35.324 sacas; e Reino Unido, que comprou 33.647 sacas no primeiro bimestre e registrou avanço de 102,75%.

Confira o desempenho das exportações do setor de solúvel e dos demais segmentos da cadeia café no site da Abics.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 15/03/2019 às 18:00hs
Fonte: ABICS
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: