Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Cargill confirma construção de uma nova fábrica no Brasil

A Cargill acaba de confirmar a construção de uma nova fábrica no Brasil, que estará em operação até o final de 2021. O País foi escolhido pela Cargill, uma das maiores empresas de alimentação no mundo, para receber investimentos de R$ 550 milhões e iniciar a produção de Pectina HM, um agente texturizante versátil, derivado de insumos naturais. A construção da nova unidade, sediada na cidade de Bebedouro, no interior de São Paulo, começará em junho de 2019 e deve gerar aproximadamente 120 novos empregos diretos nas áreas de produção e suporte.

"Com uma estrutura de custos competitivos, baseados em processos inovadores de produção, o investimento vem reforçar ainda mais o compromisso da Cargill com o crescimento do Brasil", afirma Laerte Moraes, diretor de negócios de Amidos, Adoçantes e Texturizantes da Cargill na América do Sul.

A Pectina HM é um agente texturizante versátil, produzido à base de frutas cítricas. A demanda global pelo produto está em constante crescimento, impulsionada, principalmente, pelo setor de bebidas lácteas, sucos, geleias e ingredientes para confeitaria. " Hoje, os consumidores querem saber como os alimentos são produzidos e a Pectina é um ingrediente reconhecido, derivado de insumos naturais que responde muito bem à todas essas demandas", continua Moraes.

A planta de Bebedouro terá uma estrutura de custos altamente competitiva, baseada em processos inovadores de produção e complementa as plantas atuais que a Cargill já possui na França, Alemanha e Itália. "A nova unidade representa um investimento de R$ 550 milhões. Essa estratégia não expande apenas nossas possibilidades no mercado global de Pectina, mas também reforça a inovação de nosso portfólio e oferece a opção de expandirmos nossa oferta de Pectina de qualidade superior aos mercados europeus", conclui.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 21/05/2019 às 07:00hs
Fonte: Cargill
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: