Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Angus exalta iniciativa do Procon-SP que fiscalizará procedência de carne certificada
Carne Angus Certificada. Crédito Eduardo Rocha

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, vai iniciar nos próximos dias a fiscalização de estabelecimentos que comercializam carne bovina da raça Angus. O objetivo é verificar a procedência da carne e garantir que os produtos são, de fato, oriundos da raça. A equipe passará por açougues, restaurantes, boutiques, atacados e demais estabelecimentos que comercializam a carne Angus. Todos deverão comprovar a presença do selo oficial do programa Carne Angus Certificada, assim como determina o Ministério da Agricultura.

De acordo com a coordenadora do Programa Carne Angus Certificada, Ana Doralina Menezes, a medida adotada pelo Procon-SP é de suma importância, pois fortalece o trabalho desenvolvido pelo programa ao longo dos anos e amplia a garantia de que os consumidores irão adquirir um produto de extrema qualidade. Além disso, a ação será um reconhecimento ao trabalho de certificação realizado pela Associação Brasileira de Angus junto aos frigoríficos e produtores parceiros. "É uma iniciativa louvável, pois sabemos que existem muitas marcas de carne no mercado que procuram vincular seus produtos à raça Angus na tentativa de valorizá-los, porém, sem a devida certificação do mesmo. A certificação garante que o produto foi acompanhado durante toda a sua produção e que cumpre com os padrões de qualidade exigidos pelo Programa Carne Angus", afirma.

A executiva do programa considera que o apoio de órgãos públicos como o Procon-SP vem a somar todo o processo de qualidade desempenhado pela Angus no mercado brasileiro, e serve de exemplo para demais órgãos em outros estados. Os estabelecimentos que serão visitados pelo Procon-SP que comercializarem os produtos sem o selo de certificação Angus poderão ser multados.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 25/02/2019 às 13:40hs
Fonte: Jardine Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio Desenvolvido por: