Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Área de milho e de soja orgânicos cresce nos Estados Unidos

Essa tendência deverá ser mantida nos próximos anos, mas o setor enfrentará algumas ameaças vindas da própria demanda, de questões de segurança alimentar e de questionamentos sobre a integridade dos produtos.

O setor de grãos orgânicos ainda é pequeno. Um nicho de mercado, mas que tem mostrado boa evolução nos últimos anos. A produção interna dos Estados Unidos tem sido puxada pelo aumento da demanda, até então suprida, em boa parte, por produto importado.

A oferta cresce rapidamente devido a custos menores de produção e a prêmios recebidos em relação aos alimentos não orgânicos.

Um estudo do Rabobank, um banco especializado em agronegócios, mostra que a produção orgânica de milho e de soja ainda fica na casa do 0,23% e 0,18%, respectivamente, do total desses grãos produzidos no país.

A área usada no plantio vem crescendo ano a ano, embora o setor passe por desafios como o da manutenção dos produtores no período de três anos de transição da produção do não orgânico para o orgânico. Nesse período, o produtor necessita de incentivos para cobrir gastos.

A produção orgânica gera um custo menor aos produtores do que a não orgânica, mas exige uma intensidade maior de trabalho. Desde 2012, a média anual dos custos da produção orgânica do milho é 8% inferior à do produto não orgânico.

A compensação não vem apenas dos custos menores, mas também das margens maiores de ganho. De janeiro de 2013 a novembro de 2017, os preços pagos pelo milho orgânico superaram de 120% a 150% os do não orgânico.

Já o custo médio anual de produção da soja orgânica nos últimos cinco anos superou em 6% o da não orgânica. De janeiro de 2013 a novembro do ano passado, no entanto, o preço de venda desse produto orgânico foi de 80% a 95% superior ao do não orgânico.

A demanda crescente por grãos orgânicos fez o produtor americano aumentar a área de plantio. Na safra 2011/12, a área de milho era de 60 mil hectares. As estimativas mais otimistas indicam 206 mil para a safra 2018/19. A área de soja sobe de 39 mil hectares para 90 mil no mesmo período.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 06/04/2018 às 17:40hs
Fonte: Folha de S. Paulo
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: