Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Produção de biocombustíveis no Brasil cairá em 2016, diz AIE

A produção de etanol no Brasil subiu de maneira expressiva em 2015, mas o mesmo ritmo não deve se repetir em 2016. A previsão consta do relatório de perspectivas do mercado global da Agência Internacional de Energia (AIE) divulgado na manhã desta segunda-feira. Para a entidade, a produção brasileira do combustível verde deve diminuir neste ano diante do aumento do preço do açúcar.

"A produção de etanol teve um ano forte em 2015 com novo recorde de produção de 510 mil barris equivalentes por dia, resultado de uma combinação de uma boa safra de cana de açúcar e condições adequadas de colheita", diz o documento.

Além da produção favorável, o mercado consumidor também ajudou, já que mais carros rodaram com etanol após o aumento da gasolina. Em 2016, porém, a produção do combustível deve ter contração diante dos preços em alta no mercado de açúcar.

"Prevemos uma pequena redução na produção diante da reversão dos preços internacionais do açúcar no fim de 2015, o que potencializa parcela maior da safra da cana para a produção de açúcar ao invés do etanol", diz a entidade.

O revés deste ano, porém, tende a ser um ponto fora da curva. A entidade prevê que o mercado de biocombustíveis continuará em crescimento no Brasil no médio prazo. Diante de iniciativas para reduzir a emissão de carbono, a AIE prevê que o Brasil produzirá 675 mil barris diários de biocombustíveis em 2021. A entidade não informa, contudo, o volume produzido em 2015 ou o esperado para este ano.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 24/02/2016 às 19:40hs
Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: